CAFÉ: Mudanças climáticas colocam a indústria do café em risco.

À medida que as temperaturas sobem, cresce a possibilidade de seca e doenças que matam insetos essenciais ao café

Práticas agrícolas irresponsáveis, má gestão da água e dependência de pesticidas e fertilizantes estão deixando a produção de café vulnerável às mudanças climáticas. A conclusão é da organização de mídia norte-americana Inkstick, em artigo publicado nesta terça (1).

À medida em que as temperaturas sobem no planeta, aumenta também a probabilidade de seca e de doenças que matam os insetos polinizadores essenciais para o crescimento do café. A falta desses insetos, porém, afeta com mais força os 12,5 milhões de pequenos agricultores espalhados pelo mundo.

Práticas agrícolas irresponsáveis, má gestão da água e dependência de pesticidas e fertilizantes estão deixando a produção de café vulnerável às mudanças climáticas. A conclusão é da organização de mídia norte-americana Inkstick, em artigo publicado nesta terça (1).

À medida em que as temperaturas sobem no planeta, aumenta também a probabilidade de seca e de doenças que matam os insetos polinizadores essenciais para o crescimento do café. A falta desses insetos, porém, afeta com mais força os 12,5 milhões de pequenos agricultores espalhados pelo mundo.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.