Rússia perde contrato nuclear bilionário após expulsões de diplomatas

República Tcheca proibiu que empresa russa licite bilhões de euros em contratos para manter a usina nuclear de Dukovany

expulsão recíproca de diplomatas entre a República Tcheca e Rússia, desde a metade de abril, já fez com que Moscou perdesse um contrato nuclear bilionário, apontam informações do portal norte-americano Business Insider.

A República Tcheca proibiu uma empresa russa de licitar bilhões de euros em contratos para manter a Usina Nuclear de Dukovany, ao sul do país. “Perder tantos oficiais de inteligência reduzirá a quantidade de atividades e capacidades dos russos por enquanto”, disse um funcionário europeu.

Segundo o homem, que pediu para não ser identificado, o presidente Vladimir Putin deve ver perdas de bilhões em contratos no setor nuclear. “Esse projeto nuclear foi crítico não apenas para a receita da Rússia, mas para a influência sobre os assuntos locais que o contrato traria”, afirmou.