Estudante perde estágio na pandemia e agora ganha o triplo com sex shop

As coisas até estavam indo bem no estágio. Ganhava pouco, mas gostava. Só que vieram a pandemia e os cortes. Beatriz Esmanhoto Negócio criada pela mãe Sem trabalho, retomou um negócio iniciado pela mãe em 2012, mas que foi abandonado. “Minha mãe tinha uma sex shop online, mas acabou mudando de ramo, focando no setor de alimentos. Como ela tinha ainda alguns produtos em estoque, me ofereci para vendê-los. Ela me garantiu uma comissão de 30% e foi assim que comecei”. As vendas aumentavam, e ela aplicou no negócio os conhecimentos que adquiriu na faculdade. Em pouco tempo, já tinha criado um novo nome, sua própria logomarca e a sua própria loja. Nascia assim a Santa Malagueta. Fatu… – Veja mais em https://economia.uol.com.br/empreendedorismo/noticias/redacao/2021/06/18/estagiaria-pandemia-sex-shop.htm?cmpid=copiaecola