João Moreira Salles: “Fomos medíocres ao olhar para a floresta amazônica”


Ao mergulhar na Amazônia, o documentarista vê como o Brasil está fracassando na preservação de seu maior patrimônio natural

João Moreira Salles não se lembra bem da primeira vez que esteve na Amazônia. Era menino, tinha seis ou sete anos de idade. Recorda ter sido levado a uma frente de trabalho no meio da floresta. Estavam construindo a Transamazônica e derrubando árvores. “Aquilo era uma épica brasileira, considerada o nosso momento ‘o homem vai à Lua’. Destruir a flo

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link https://valor.globo.com/eu-e/noticia/2021/07/16/joao-moreira-salles-fomos-mediocres-ao-olhar-para-a-floresta-amazonica.ghtml ou as ferramentas oferecidas na página.
Textos, fotos, artes e vídeos do Valor estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Valor (falecom@valor.com.br). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o Valor faz na qualidade de seu jornalismo.