Ministério da Saúde recomenda suspensão da vacinação de jovens sem comorbidades
Spread the love

O Ministério da Saúde divulgou uma nota nesta quarta-feira (15) em que volta atrás na recomendação da vacinação contra Covid-19 em adolescentes de 12 a 17 anos. A nova orientação é que sejam vacinados somente os adolescentes com comorbidades, deficiência permanente ou que estejam privados de liberdade.

Alguns fatores foram considerados para a tomada da decisão de suspensão. Dentre eles: escassez das doses — resultando em necessidade de priorizar outros grupos —, falta de resultados sobre os benefícios dos imunizantes nessa faixa etária e constatação de que a maioria dos adolescentes com covid apresentam sintomas leves ou são assintomáticos.

Nesta quinta-feira (16), os estados de São Paulo e Rio de Janeiro informaram que não irão aderir à recomendação, pois o uso da vacina da Pfizer já foi autorizado pela Anvisa para aplicação em pessoas dessa faixa etária. A vacinação em adolescentes já está sendo realizada em diversos países, como Chile, EUA, Itália, França e Canadá e ajuda a controlar o impacto da pandemia.

*Fonte: CNN Brasil, G1 | Imagem: Reprodução/YouTube


Spread the love

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.