Tempestade de Areia assusta moradores de SP
Spread the love

A tempestade de areia que passou por municípios do interior de São Paulo e algumas cidades de Minas Gerais que fazem fronteira com o Estado no domingo (26/9), assustando moradores e transformando o dia em noite, é um fenômeno natural, porém incomum no Brasil.

A meteorologista Estael Sias, da MetSul, explica que a cena é comum em países da Ásia, onde é conhecida como "haboob". Esse fenômeno, causado por temporais de chuva com ventos fortes que, ao entrarem em contato com o solo seco, encontram resquícios de queimada, poeira e vegetação, acaba criando um "rolo compressor" de sujeira que pode chegar a até 10 quilômetros de altura.

Tempestade de areia atinge interior de São Paulo
Moradores registraram em vídeos cidades como Presidente Prudente, Franca, Jales, Araçatuba, Barretos e Araçatuba tomadas por um vendaval e nuvem de poeira — Foto: Reprodução / Redes sociais
Tempestade de areia atinge interior de São Paulo — Foto: Reprodução / Redes sociais
8 fotos
Tempestade de areia atinge interior de São Paulo — Foto: Reprodução / Redes sociais
No interior de São Paulo, moradores relataram espanto nas redes sociais quando nuvem transformou o dia em noite
Segundo a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Andrea Ramos, os dias secos e quentes favoreceram a tempestade de areia.

“Estávamos com dias muito quentes e secos, o que favoreceu as rajadas de vento que, segundo o aeroporto local de Ribeirão Preto, chegou a 92 km/h. A rajada de vento provocou a expulsão da poeira do chão e a onda de calor favoreceu o aquecimento, com umidades abaixo de 20%. Então, todo esse ambiente favoreceu esse fenômeno, quando há o desenvolvimento vertical em que a poeira sai do solo e gera essa tempestade de areia", explicou Andrea.


"E teve chuva, quando passou a tempestade de areia foram registrados vários pontos de chuva, não só em São Paulo como em Minas Gerais”, acrescentou a meteorologista.



A meteorologista informou que não há previsão para que o fenômeno se repita nos próximos dias. “Para os próximos dias a previsão é de chuva, principalmente em outubro, considerado um mês chuvoso, não haverá ambiente que favoreça esse fenômeno novamente”, reforçou.

* Com informações da Agência Brasil

Spread the love