Advogada Bruna Morato teme por sua vida
Spread the love

CPI da Covid vai encaminhar, ainda hoje, ofício à PF para pedir proteção policial à advogada Bruna Morato, que auxiliou 12 médicos do plano de saúde a elaborar um dossiê sobre a Prevent Senior.

Ao longo do depoimento, ela detalhou as relações entre a direção da empresa e integrantes do “Ministério da Saúde paralelo” e afirmou que os médicos eram ameaçados de demissão caso não prescrevessem o kit-Covid para seus pacientes.

Morato afirmou aos senadores que teme ser alvo de retaliações após o depoimento de hoje.

“Eu sempre fui uma pessoa muito discreta. E eu tenho muita preocupação em que vai acontecer com a minha vida a partir do dia de hoje”, disse Morato.Notícias relacionadas:

Em destaque:CPI da CovidCPI da pandemiabruna moratoÉ justamente por isso que você precisa assinar o Antagonista+ e a Revista Crusoé. Por menos de R$ 0,50 por dia, você tem acesso exclusivo às nossas matérias, análises, entrevistas, crônicas, podcasts, ebooks e programas. E tudo isso sem anúncios! Você pode optar pela assinatura individual ou pegar o nosso COMBO e acessar agora mesmo a todo o conteúdo premium. Experimente por 7 dias e fique por dentro das melhores informações sobre os bastidores da política.


Spread the love